Uma fotografia de um tubarão azul tirada pelo fotógrafo Nuno Sá ao largo da ilha do Faial, nos Açores, venceu a principal categoria do maior concurso mundial de fotografia subaquática, disse hoje o vencedor à agência Lusa.

O Epson World Shootout, um concurso com características únicas que decorre em todo o mundo, atribuiu o primeiro prémio da categoria “Grande Angular” à fotografia de Nuno Sá, que mostra um tubarão azul junto ao banco submarino “Condor”, no mar dos Açores.

O fotógrafo português, especializado em vida marinha selvagem e considerado um dos melhores do mundo, disse à Lusa que também conquistou o quarto lugar na mesma categoria “Grande Angular” com uma imagem de jamantas (da família das raias) tirada junto ao banco submarino “Princesa Alice”, nos Açores.

O Epson World Shootout decorreu durante todo o mês de agosto, período em que milhares de fotógrafos amadores e profissionais recolheram as imagens que submeteram à apreciação do júri.

Na edição deste ano concorreram 226 fotógrafos de 27 países, desde a China à Papua Nova Guiné, que apresentaram 1.556 imagens a concurso.

Este foi o terceiro prémio internacional de relevo conquistado este ano por Nuno Sá, que é um dos fotógrafos mais premiados a nível mundial na área da vida marinha selvagem.

O fotógrafo, que vive há vários anos nos Açores, foi recentemente distinguido, também com imagens de tubarões azuis, no Wildlife Photographer of the Year, considerado o maior concurso de fotografia de natureza a nível mundial, e no Natures Best Photography, o principal concurso de fotografia de natureza que se realiza nos Estados Unidos.

Fonte: LUSA
Este artigo foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico.

Fotografia do tubarão azul tirada pelo fotógrafo Nuno Sá ao largo da ilha do Faial, nos Açores

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


*

Post Navigation